quarta-feira, 15 de maio de 2013

BH/MG - Guarda Municipal assinará o Plano Operacional Integrado de Mobilidade do Entorno do Estádio Mineirão

Foto: Divulgação

Minas Gerais está em contagem regressiva para a Copa das Confederações 2013. Daqui a exatamente um mês, Brasil e Japão darão o pontapé inicial para um dos maiores torneios do futebol. Escolhida como cidade-sede em novembro do ano passado, Belo Horizonte foi apontada como “a número um” pelo secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, em recente visita à cidade. E os motivos para a escolha são diversos.

Depois de um processo de reforma que durou 2,5 anos, o Mineirão cumpriu todos os prazos estipulados pela federação e foi o segundo estádio a ser inaugurado para a Copa das Confederações 2013 e o Mundial de 2014.

Além disso, o Gigante da Pampulha foi o primeiro estádio da Copa a receber um amistoso entre seleções nacionais após sua reinauguração e é até agora o estádio mais testado. Foram 13 eventos no total, sendo dois shows internacionais (Elton John e Paul McCartney), com um público acima de 30 mil pessoas em mais da metade deles.

Outro fator importante foi o pioneirismo do Estado ao inaugurar, no dia 15 de abril, a Sala de Situação e Gerenciamento de Crises e Grandes Eventos, que reúne instituições governamentais para otimizar as ações em situações de emergência. Nas instalações, os órgãos da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e da Defesa Civil trabalham de forma integrada para garantir a segurança nos grandes eventos culturais.

A capacitação de profissionais e voluntários para as copas do Mundo e das Confederações também tem sido prioridade nas ações desenvolvidas pelo Governo de Minas. Entre as iniciativas estão parcerias com entidades públicas, como o Governo Federal, e privadas para a realização de cursos em diferentes áreas, com investimentos que somam cerca de R$ 10,8 milhões.

Em conjunto com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), estão sendo realizados cursos de línguas e empreendedorismo que aproveitam a estrutura dos 84 Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT) e dos 487 Telecentros do estado. Em parceria com o Sebrae e Sest/Senat são disponibilizadas 26 mil vagas para cursos em diferentes áreas até 2014, entre elas receptividade, hotelaria, motorista de ônibus e outros. Em 2011 e 2012, cerca de 12.600 profissionais foram formados somente na capital.

No setor hoteleiro, Belo Horizonte contará com dois novos hotéis em funcionamento para a Copa das Confederações, um em Belo Horizonte e outro em Contagem, totalizando 460 novos leitos. Serão, no total, 422 hotéis, com 33 mil leitos no estado até o evento.

Logística e saúde no foco

No Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, duas novas pontes de embarque estarão operantes, em substituição às antigas. Os elevadores centrais e a praça de alimentação também serão substituídos. A nova via de acesso ao Terminal de Passageiros, inclusive estacionamentos B,C,D e E, estão prontos e disponíveis para o público. O estacionamento A será disponibilizado em breve, tal qual parte da modernização da Central de Utilidades.

Os preparativos na área da saúde priorizam a vigilância e assistência, bem como urgência e emergência médica. Os preparativos na área priorizam a vigilância e assistência, bem como urgência e emergência médica. O plano de prevenção aborda incidentes que possam ameaçar a saúde da população em todo território mineiro, disseminação de doenças infecciosas e enfrentamento de epidemias, além do atendimento a múltiplas vítimas.

No último dia 11, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), em parceria com a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa) com a Associação dos Hospitais de Paris e o SAMU da França, promoveram um simulado de catástrofe, com o objetivo de preparar os hospitais para situações de Urgência e Emergência durante a Copa das Confederações e a Copa do Mundo, além de capacitar ainda mais os médicos e enfermeiros que irão trabalhar durante os eventos esportivos.

Além disso, no final deste mês, o plano operacional integrado de mobilidade do entorno do estádio Mineirão será assinado em conjunto pelos órgãos envolvidos nas operações dos jogos da Copa das Confederações: Secretária de Saúde Estadual e Municipal, Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans.

Outra conquista importante da cidade será a distribuição do sinal de transmissão dos jogos enviado diretamente do Mineirão. O estádio vai abrigar o Centro Internacional de Coordenação de Transmissão (IBCC, na sigla em Inglês) na competição. A instalação dos cabos começa em 21 de maio. Até o momento, emissoras de 192 países estarão aptas a receber os sinais distribuídos pelo IBCC em Belo Horizonte.

A capital mineira receberá três jogos da Copa das Confederações, dois da primeira fase, os confrontos entre Taiti e Nigéria, no dia 17, e Japão e México, no dia 22. O Mineirão receberá também uma das semifinais, possivelmente com a participação da Seleção Brasileira, caso o time se classifique em primeiro lugar do grupo A.

“A Copa das Confederações vai testar várias estruturas do Estado. Estamos seguros de que os visitantes, equipes e organizadores sairão satisfeitos com o Mineirão e também com a hospitalidade mineira”, destacou Tiago Lacerda, secretário extraordinário de Estado da Copa.

Campo Oficial de Treinamento

A Fifa selecionou o estádio Independência e o Sesc Venda Nova como Campos Oficiais de Treinamento (COT) para as seleções que jogarão em Belo Horizonte durante a Copa das Confederações da Fifa 2013. A arena do Horto ficará disponível para treinos das seleções da Nigéria, México e um semifinalista. Já o clube de Venda Nova vai receber Taiti, Japão e um semifinalista. No grupo A estão Brasil, Japão, México e Itália. No B, Espanha, Uruguai, Taiti e Nigéria. Os COTs são usados apenas para treinamento exclusivo das equipes da competição.

Fonte: De Fato Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário