sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Uberaba/MG - Guarda Municipal registra alto índice de atendimento da Patrulha do Silêncio

Trote dificulta o trabalho da patrulha do silêncio

Tenente Hermínio, Diretor da Guarda Municipal. Foto: Enerson Cleiton

A Guarda Municipal de Uberaba, através da Patrulha do Silêncio, realizou mais de dois mil atendimentos durante o mês de janeiro até o último dia 20 de fevereiro. A informação foi repassada pelo comandante da Guarda Municipal, Hermínio Jesus da Silva, na manhã desta quinta-feira (21).
Das 2014 solicitações registradas pelo setor, 1.004 ocorrências foram por perturbação do sossego, que compreende desde um latido contínuo de cachorro, até ao barulho de som automotivo, o considerado “carro bomba”, e 1.010 registros para atendimentos em geral, que vai desde apoio às escolas até as ocorrências no trânsito urbano.
O comandante explica, que todo atendimento é registrado, e após filtragem, a denuncia é repassada para o pessoal de rua. A Patrulha do Silêncio dispõe de 12 homens divididos em três equipes, que prestam atendimento 24 horas por dia. O trabalho de averiguação em loco, muitas vezes é prejudicado por causa dos trotes aplicados por usuários que não conseguem entender a gravidade do problema. “Esta situação é muito complicada, pois às vezes deixamos de priorizar um atendimento, onde realmente a comunidade está necessitando de um apoio, para atender um chamado de trote, é necessário maior conscientização da população neste sentido”, destacou ele.
Quanto ao atendimento direto, verificado a necessidade de autuação, o infrator pagará multa de 11 UFM – Unidade Fiscal do Município, que corresponde hoje a R$1.651,00, tudo previsto na lei municipal 308/2008, que regulamenta o serviço da Patrulha do Som. No caso de reincidente o valor da multa é dobrado.

Outro ponto destacado pelo comandante está à questão dos postos de combustíveis que abrigam vários “Carros Bombas”, principalmente nos fins de semana, onde a Guarda Municipal tem realizado várias notificações, e está agindo em parceria com outros órgãos do setor. “Estamos realizando uma força tarefa para coibir as transgressões, para isto, unimos forças e cada um aplica a medida prevista na legislação do setor”. concluiu ele.

O telefone da Patrulha do Silêncio é 153, mas vale ressaltar que, por enquanto, a CTBC ainda não reconhece as ligações originadas pela operadora OI, situação que o comandante da Guarda Municipal, Hermínio Jesus da Silva, já tomou providências junto à empresa uberabense visando sanar o problema.

Fonte: Prefeitura Municipal de Uberaba


Nenhum comentário:

Postar um comentário