quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Uberlândia/MG - Candidato Gilmar Machado defende criação da guarda municipal


O candidato a prefeito de Uberlândia, Gilmar Machado, caso seja eleito, disse que pretende criar a guarda municipal na cidade. E nas propostas para o trânsito municipal, quer fazer uma parceria público privada que resultaria na construção de dois estacionamentos subterrâneos. A área de segurança é a maior preocupação da população uberlandense, segundo pesquisa do Ibope CORREIO de Uberlândia/TV Integração, divulgada recentemente.

CORREIO – A pesquisa Ibope CORREIO de Uberlândia/TV Integração também demonstrou que a principal preocupação do uberlandense é segurança pública, quando havia a opção de citar apenas uma área. O que o senhor pretende fazer na parte de segurança pública mesmo com as limitações que um prefeito tem?
Gilmar Machado – Vou assumir o meu papel e não vou ficar culpando os governos estadual e federal. Vou assumir a minha responsabilidade e tentar fazer o que eu puder para ajudar a melhorar. O que bandido gosta? Gosta de matagal e lugar escuro. O que a prefeitura pode fazer? Melhorar a iluminação da cidade, porque hoje há muitos pontos vulneráveis nos bairros e muitas praças abandonadas. Temos que recuperar esses espaços. Vou também criar a guarda municipal. E a guarda municipal não é nem agente patrimonial nem agente de trânsito. A guarda tem um papel que é guardar o patrimônio e dar maior segurança em escolas e praças.

CORREIO – Qual seria o efetivo inicial da guarda municipal?
Gilmar Machado – Vamos primeiro organizar o processo dos agentes de trânsito e dos agentes patrimoniais para ver quanto podemos obter com o Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania). Quando há a guarda tem várias ajudas para o desenvolvimento não só da guarda, mas também de compra de equipamentos. Com isso poderemos pôr mais ou menos guardas. Vamos a partir desse processo implantar o esporte à meia-noite, começando pelas praças da Juventude, que já existem duas em construção e o governo federal vai liberar mais duas para serem construídas. Vamos começar a escola em tempo integral. Não é só polícia que resolve problema de segurança. A prefeitura também tem o que fazer. Mas para cobrar é preciso fazer o nosso dever e a nossa responsabilidade.

CORREIO – Quais são os seus projetos para o trânsito uberlandense?
Gilmar Machado – Em primeiro lugar, nós vamos fazer o reordenamento do Centro de Uberlândia. Queremos construir dois estacionamentos subterrâneos na área central de Uberlândia. Um onde hoje é o Dmae, ao lado do terminal central. O Dmae teria condição de funcionar em outro lugar. Seria uma PPP – Parceria Público Privada. Por cima (ficaria) uma área verde e embaixo estacionamento. A mesma coisa no Fundinho, para frente da praça Clarimundo Carneiro, em frente à Escola Estadual Enéas de Oliveira.
Nós reduziríamos as vagas de estacionamento no Centro e criaríamos um circular com ônibus executivos. Quem pagaria o estacionamento poderia utilizar o ônibus gratuitamente. Vamos reorganizar o Centro de Uberlândia, porque teve muita promessa, mas nada foi resolvido até hoje. Essa proposta foi dada pelo Cícero da Multi no CDL. Essas são ideias discutidas com a população. E vamos terminar os corredores de ônibus, que o governo federal já garantiu os recursos.

Fonte: Correio de Uberlândia

Nenhum comentário:

Postar um comentário